Bienal do Livro de Guarulhos alcança público de 60 mil pessoas

em 11-12-2018


Dez dias de evento, mais de 130 horas de programação, 350 atrações, dentre as quais palestras, contações de histórias, sessões de autógrafos, espetáculos teatrais, um público de aproximadamente 60 mil pessoas e livros, muitos livros. Com essas estatísticas Prefeitura encerrou na noite do último domingo (9), a primeira Bienal do Livro de Guarulhos “Páginas que Conectam”, um evento que promoveu momentos marcantes para os visitantes do espaço.


O último dia do evento contou com a palestra do jornalista e escritor Caco Barcellos, que lotou o auditório principal da Bienal e ofereceu ao público um diálogo ao mesmo tempo descontraído e intenso, sobre algumas de suas principais reportagens, contadas em livros e no Programa Profissão Repórter.


O evento, contudo, começou dias antes e recebeu o historiador Leandro Karnal, que aproveitou o lançamento de seu último livro “O dilema do porco espinho – Como encarar a solidão”, para apontar maneiras de tornar a solidão em momento criativo. Para o público jovem, os youtubers Pac & Mike usaram uma linguagem simples, direta e descontraída para falar sobre games, roteiros dos vídeos que fazem para seu canal e do livro da dupla “Tazercraft – Uma Aventura Chume Labs”, que narra aventuras interplanetárias. A especialista em criminologia e escritora Ilana Casoy e a nutricionista Gabriela Kapim também foram destaques da programação, envolvendo os visitantes da Bienal em bate-papos instrutivos e especiais.


Interativo e extremamente inspirador, o velejador Amyr Klink compartilhou experiências incríveis sobre a capacidade humana de realizar sonhos. Já o poeta Bráulio Bessa, carinhoso com as palavras e com o público, encantou crianças, jovens e adultos com suas poesias e com as de seu conterrâneo, Patativa do Assaré, um momento que arrancou lágrimas até mesmo dos menos emotivos.


Na Bienal do Livro de Guarulhos também teve contações de histórias e espetáculos encantadores de artistas como Bosco Maciel, Lindy Barbosa, Victor Tayon, Janaína Brizola, Kiara Terra, Wânia Karolis e Sérgio Vaz, além de renomadas companhias como a Cia. Truks, Projeto Hoje tem Teatro? Tem sim senhor!, Teatro-Escola 360 e Grupo Saracuteia animaram o público com muita genialidade e magia, transformando suas apresentações em momentos únicos e inesquecíveis.


O grande destaque da Bienal foi para os mais de 20 autores independentes da cidade, que marcaram presença e ainda tiveram um estande exclusivo, muito visitado. Ao longo de toda a programação, os escritores ministraram palestras, bate-papos sobre suas obras e temas ligados às suas áreas de pesquisa, sessões de autógrafos e lançamentos de livros. Vale destacar a parceria com a CBL – Câmara Brasileira do Livro, e intensa participação dos membros da Academia Guarulhense de Letras, que na ocasião da Bienal lançaram a 20ª edição da Revista da AGL, comemorativa dos 40 anos de fundação da entidade.


Um evento desse porte e importância aconteceu também por meio do trabalho e dedicação de uma grande equipe, envolvendo, além de mais de 200 servidores da Secretaria de Educação, valiosas parcerias intersetoriais com mais de 10 secretarias, SAEE e Proguaru, Food Trucks na praça de alimentação, 10 empresas envolvidas na montagem e cerca de 350 pessoas trabalhando para realização do evento, tudo isso para garantir o atendimento de 3 mil alunos por dia, com 60 apresentações exclusivamente infantis, e beneficiar cerca de 5800 funcionários do quadro do magistério com o CrediLivro.


Outro destaque da Bienal foram as recorrentes filas para aquisição de livros nos mais de 30 estandes de renomadas editoras, nos quais eram possíveis encontrar diversos títulos da literatura brasileira e internacional.


A próxima edição da Bienal do Livro de Guarulhos, está prevista para o 1º semestre de 2020.


Patrocinadores

sincom.png
ace.png
comercialradar.png
vigorito.png
rodacenter.png
guaru_com_radar.png
shoppingguarulho.png
guarulhos.png
unimed.png
camara.png
guarucoop.png
proguaru.png
coopertrans.png
bonsucesso.png